Artigos

Sexo Anal, faz bem ou faz mal?

Marízia Bonifácio
fonte
Homens sempre querem, mulheres negam até o experimentar.

Todo homem quer conhecer a sensação do buraco negro. Por que? Curiosidade sim, tudo começa pela curiosidade. O universo humano é rico em informações. Alguns ouviram histórias contadas por adultos, outros viram filmes, revistas, ou leram contos e mais contos. E a maioria soube através da religião que sexo anal não pode acontecer. Tudo que é proibido estimula a curiosidade. O sonho de todo homem é experimentar o famoso rabo. E muitas mulheres também, desejam experimentar.

Aquele som insistente ECOA nas mentes masculinas e femininas: "experimenta, você vai gostar".

Me lembro de alguns casos clínicos, interessantes e vou compartilhar parte da história com você.

  • Caso – O homem relatava estar convivendo maritalmente já há 23 anos, e sua companheira não permitia, negava sempre, principalmente após os partos, onde ficou com problemas de hemorróidas externas. Já havia ele argumentado de todas as formas, mas nada. Eu ri e brincando comentei que se usasse o óleo adequado, até poderia ajudar a colocar pra dentro o que fora estava. Com carinho, paciência, e ela também usando as técnicas necessárias para favorecer e sentir prazer. Alguns meses após, ele relata ter conseguido, e que havia sido um sucesso. Falava com tamanha felicidade, tal qual uma criança ao ganhar o tão sonhado presente. E que o problema da hemorróida em nada estava atrapalhando. Aproveitei para recomendar a visita freqüente ao médico para avaliações e também que ela fizesse os exercícios de contração da musculatura anal. A técnica do relaxamento da musculatura para a ocorrência, com certeza ele tinha repassado a ela.
  • Caso – Mulher, heterossexual – já com 42 anos, casada. Relata ser tão fino o pênis do marido que quando faziam anal parecia estar enfiando um dedo. Não desencadeava nenhum prazer. Em meio a uma crise conjugal, ela resolveu TER um AMANTE, e a vida sexual dela deu uma guinada. Embora o amante exigisse que ela abandonasse o marido e ficasse apenas com ele. O que ela não queria nem faria, pois amava o marido. Mas que a grossura e o tamanho do pênis a satisfaziam plenamente. Havia conhecido a força do prazer, sexando com o amante, e que para ela a grossura era importante .
  • Caso – Homem, 38 anos, heterossexual, adepto do sexo anal. Convenceu a namorada que para manter a virgindade, o ideal seria fazerem o sexo anal. Juntos, aprenderam as técnicas que facilitassem e desencadeassem prazer a ambos. Ele relata que após alguns meses, o ânus dela "parecia estar relaxado, já não comprimia seu pênis como antes."

  • Caso – Homem, 32 anos, homossexual. Relata que não tem sentido prazer como antigamente. Somente homens com pênis muito grosso propiciam uma sensação gostosa, porém já pequena. Informei da importância da visita ao Proctologista para avaliação. Normalmente, os homossexuais que usam o corpo como fonte de renda, relatam o afrouxamento da musculatura anal, necessitando submeter-se a cirurgia corretiva.

  • Caso – Homem, 48 anos, casado. Relata estar em crise existencial ou talvez de andropausa e que o sexo com a s mulheres já não propiciava muitas sensações, e resolveu cair de boca no p.. do amigo. Agora eram amantes. E que mulher nenhuma chupa um p.. como um homem o faz. Penetrar era muito bom e ser penetrado era ir às nuvens. Detalhe: nem sempre lembravam do preservativo, e sua família de nada desconfiava. A história já acontecia há dois anos, e ele estava desejando fazer o sexo com outros homens, inclusive com um travesti.

Temos cinco situações, acima descritas, que podem ajudar ao esclarecimento do MITO prazer anal e suas conseqüências. Embora já estejamos em pleno ano 2007, para muitas pessoas o SEXO ANAL é ainda um TABU.

Cada ser humano tem sua história cultural e emocional, que contribui significativamente ao SE PERMITIR OU NÃO à vivência .

Embora alguns médicos comentem que o sexo anal não faz mal, eu gostaria de lembrar a todos que, cada pessoa tem uma estrutura orgânica/anatômica, e que, para alguns, o sexo anal, é desconfortante, causando exposição das hemorróidas por vários dias, exigindo tratamento e acompanhamento médico. Ou seja, cabe a cada pessoa avaliar as conseqüências orgânicas e tirar suas próprias conclusões, todos têm cérebro para ser usado.

Muitos casais saem eventualmente, ou apenas uma vez, e normalmente não tomam conhecimento do quadro posterior, quando, no dia seguinte, se alguém convida para sentar e conversar irá responder: conversar podemos, sentar não posso.

Alternativa sim ao intercurso vaginal. Muitos casais optam pela variação visando tornar a intimidade sexual mais excitante, prazerosa. Mas quando isto acontece o é em decorrência da intimidade, do se conhecer.

Muitos talvez não gostem de ler estas minhas palavras, mas enquanto educadora tenho a responsabilidade de informar o LADO NEGRO – dolorido – do sexo anal, que é também um comportamento de RISCO. Opto por repassar todos os aspectos, de forma a propiciar também aos jovens, informações corretas que contribuirão a que tomem as decisões corretas.

No próximo artigo comentarei as dúvidas mais comuns: COMO FAZER O SEXO ANAL, ELE É PERIGOSO? QUAIS SÃO AS POSSÍVEIS CONTAMINAÇÕES? COMO NÃO ME SENTIR PREJUDICADO(A)? É AGRADÁVEL PARA O SEXO FEMININO? COMO FAÇO PARA FALAR COM MEU PARCEIRO QUE QUERO ?

compartilhar

Deixar seu comentário

Post comment as a guest

0
termos e condições.

Pessoas nesta conversa

Carregar Comentários Anteriores
  • - Clair Roswell

    Tenho 23 anos, sou casada e desde os 1 q faço anal meconsiderando mesmo uma viciada.Adoro paus grandes, de preferencia enormes e gosto de fazer sentadinha em cima para a penetração ser total absoluta e intensamente profunda.Tenho alguns "paqueras"onde tabalho e sempre transamos pois ñ consigo passar um dia sem dar meu cuzinho q por sinal já está bastante dilatado. Muitas amigas minhas, tmb casadas, fazem e adoram. Na verdade, só consigo mesmo sentir prazer se penetrada por trás, pode? Qndo ñ faço nem em casa nem na rua, coloco meu " brinquedo" dentro do bumbum e gozo de ir as núvens. Ele tem 27 cm por 14 de diametro e me dá o maior prazer sentir aquilo tudo dentro do cu.

    Curtir 69 URL Curta:
  • - livia

    Desvie a mente do dia-a-dia. Pense em mais sacanagem, sinta-se mais mulher e menos mãe, dona-de-casa. Diga pra você mesma o quanto é gostosa, imagine cenas picantes com você enlouquecendo seu homem, enfim...saia da rotina, principalmente, mentalmente. Se você só consegue pensar em outras coisas que não seja uma boa trepada, desista, você não nasceu pra isso. Mulher boa de cama é aquela que na hora da transa só pensa em transar, em se sentir uma fêmea no cio, em dar prazer ao parceiro - se sentindo bem gostosa - se deixar levar por cada momento. Esquecer o mundo lá fora.

    Curtir 54 URL Curta:
  • - Leily

    Como eu estava sozinha, tinha um relaçao descompromissada 8) (sexo) com um amigo. Faziamos de TUDO! :lol: Principalmente anal que sempre adorei e modestia a parte, conversando com amigas e amigas, faço anal como poucas :P .<br />Faz um tempinho de arrumei um namorado e obviamente dispensaria meu amiguinho mas após algumas noites de sexo com meu namorado, senti que nao podia :o . Porquê?? Pq simplesmente meu amiguinho é bem mais dotado e me come muiiiiiiito melhor que meu namorado :lol: . Ate sugeri anal ao meu namorado mas ele nw se interessou :o . Entao, quando posso, continuo me entregando ao meu amiguinho, deixando ele socar tudinho, me alargando cada vez mais por tras e me satisfazendo plenamente :P :P :P .

    Curtir 40 URL Curta:
  • Sou casada tenho 25 anos e desde nova bem nova ainda menina tipo 12 ou 13 anos faço sim sexo anal e adoro gozo enormemente, principalmente se fizer sentadinha em cima para a penetração ser a máxima profunda possível! Meu problema maior é que o marido tem pequeno demais e sempre gostei dos grandes, de preferencia enormes para, como já disse, a penetração ser absolutamente profunda , me sentir "cheinha" atrás, rebolar bastante q é o meu fraco além de apertar o cu (piscar) com pau dele inteirinho dentro de minha bundona. Vez por outra o assunto anal, surgia nas conversas com amigas em barzinhos ou na praia e algumas delas inclusive fazem escondidas fora de casa e falavam de suas proezas dos tamanhos dos paus dos gatos, das posições....aquilo foi ficando na minha cabeça martelando, aumentando o meu tesão os pensamentos iam e vinham, e reacenderam um antigo desejo que tinha desde solteira que era fazer dupla penetração. Tentei que o marido aceitasse, mas ele ficou bravo e nem queria mais ouvir falar no assunto, até que um dia resolvi fazer tmb e já está com mais de um ano que traio sim fazendo anal fora de casa e inclusive dupla penetração ! Nas primeiras vezes as coisas não foram tão fáceis, mas depois de orgasmos inacreditavelmente grandes, gozadas monumentais inclusive com a dupla penetração, admito que vou continuar traindo, mesma com todo o sacrifício e perigos que enfrento. Pelos prazeres que sinto vale a pena sim e imploro aos ceus para que ele nunca sequer desconfie. A dupla penetração é algo que me traz orgasmos impossíveis de serem descritos pela linguagem escrita ou verbal. Já começo a gozar no início das penetrações quando me sinto invadida pelos dois pauzões que vão me alargando entrando desafiadoramente em mim trazendo uma sensação diferente que sobe pelas pernas, toma todo o meu corpo, causa tremores involuntários, suderose, alteração nos batimentos cardíacos e a impressão de ver pequeninas imaginárias e multicoloridas luzes que piscam intermitentemente em volta de mim que pareço estar flutuando entre núvens! Isso é o que consigo descrever e parte tmb do que muitas vezes escutei amigas falarem que sentem. Se antes ja me considerava completamente viciada em sexo anal, agora sou tmb em dupla penetração e posso garantir que quem faz uma vez, não deixa jamais de fazer. 0brigada pelo espaço parabens pelo blog e pelos depoimentos de algumas leitoras .

    Curtir 0 URL Curta:
  • Não concordo com a idéia de q sexo anal é pecado como foi dito por alguém aqui. Eu mesma não acretido nisso e estou convencida de que tudo que nos tras prazer deve sim ser praticado. Tenho 25 anos e faço desde os 12 anos como faziam as meninas da época com a falsa ilusão de que essa pratica aumentava o tamanho do bumbum! Meu marido é tipo mega dotado e me leva quase a loucura quando põe aquele mastro enorme inteirinho dentro do meu ânus me fazendo sentir orgasmos infinitamente grandes e constantes daqueles que nos deixam com as pernas moles rsrsrsr. Tenho muitas amigas, tmb casadas, que adoram, algumas inclusive fazem escondidas fora de casa devido ao excessivo numero de orgasmos que sentem em cada tranza. Estou louca para experimentar a tão falada dupla penetração e as conversas com o marido já começaram, só que ele parece irredutível com a presença de outro homem e se não mudar de opinião.....acho mesma que vou ter de fazer escondida porque o tesão + a vontade aumentam a cada dia.

    Curtir 0 URL Curta:
  • - JORGE VIDAL

    Assunto muitíssimo importante; que demanda serenidade e plena racionalidade... Bom e saudável é que pessoas resolvam: de alguma forma, contribuir para essa discussão. Quando com essa afirmação não farei comentário específico sobre o seu Blog, naquilo que você desenvolveu, todavia, reitero a importância de discutir este assunto... Para tanto sugiro à sua pessoa e seus leitores a leitura do meu Estudo sobre o Tema, cujo título é: SEXO ANAL NO CASAMENTO É PECADO?, endereço ─ www.sexopecadoecasamento.blogspot.com
    Atenciosamente JORGE VIDAL

    Curtir 0 URL Curta:
  • Adoro sexo anal e faço sim desde ainda menina. Hoje aos 22 anos adoro uma boa penetração anal que me leva ao delírio de tanto prazer. Não conheço uma só que tenha feito as primeiras vezes e parado de fazer! São orgasmos diferentes do vaginal e muitíssimos mais fortes.

    Curtir 0 URL Curta:
  • Adoro sexo anal e faço sim desde ainda menina. Hoje aos 22 anos adoro uma boa penetração anal que me leva ao delírio de tanto prazer. Não conheço uma só que tenha feito as primeiras vezes e parado de fazer! São orgasmos diferentes do vaginal e muitíssimos mais fortes.

    Curtir 0 URL Curta:
  • Tenho 28 anos sou casada e faço sim sexo anal desde ainda menina como as amigas da época que acreditavam na lenda de que fazendo bem muito aumentava o tamanho do bumbum! Se o meu aumentar mais vai ficar ridículo e o marido, claro, adora me penetrar por traz e sentir meus gemidos de prazer. Axho mesma que anal é tudo de bom rsrsrsrsrs

    Curtir 0 URL Curta:
  • Gosto muito mesma de sexo anal e falo praticamente todos os dias prque o marido, claro, adora! Tenho orgasmos infinitamente maiores de que quando faço somente o vaginal assim como algumas amigas que tmb são apaixonadas por essa prática. Quanto ao fato de ficar mais aberta atrás, nem me preocupo sabem? Acho que o marido vai adorar se eu ficar assim, porque vez por outra ele tira aquele mastrão enorme do meu cu e fica olhando o tamanho da abertura que esta rsrsrsrsrsrsrs.

    Curtir 0 URL Curta:
Powered by Komento